Depoimentos

  
Caros caminhantes,
 
Fui para a V Coletiva Espírito Santo com um espirito de aventura e com uma preocupação com o meu joelho esquerdo.

A recepção do Paulo Basstos foi muito boa. Como previa de imediato passou-me muita segurança.

Começando a caminhar e ao passar dos dias reforcei a minha impressão que ele conhece tudo do caminho e muitas pessoas das comunidades em que nos hospedamos.

Cada pouso é uma experiência, onde o calor humano é constante. Experiências múltiplas! Um pouco de frio (no Cemitério dos Escravos), visões da natureza deslumbrantes, energias cósmicas nos atravessando e muita conversa no caminho ou na beirada dos fogões a lenha pelas casas onde ficamos. Experiência de testar os meus limites, físicos e psicólógicos. Felizmente o joelho esquerdo se comportou muito bem e o psicológico também estava ótimo.

Em resumo, sinto que estes 11 dias em torno da V Coletiva (dois de viagem e nove de caminhada) trouxeram uma experiência singular para minha vida.
Agradeço particularmente ao Paulo e às conversas constantes em grupo ou em dupla.

Ultreya companheiros, 

Adilson - julho/2011



Cuida , para que não te pegue a doença de ser andarilho, é difícil conviver com ela quando a vida fora das trilhas, ainda nos solicita muito, mas ... se ela te pegar, tente se proteger para não ser acometido também do "afeto pelo grupo", este sim é coisa séria, deixa por vezes o olhar perdido, as mãos vazias, o pensamento viaja, embora tenha de bom que, involuntariamente, vem um sorriso nos lábios, e no coração, uma estranha sensação de estar aconchegado no mundo. 
     
Paulo Basstos, a nossa gratidão por podermos participar do teu sonho.
Que você continue sendo abençoado pela habilidade de agregar pessoas peregrinas pelos templos naturais constituidos por Deus, ao longo do caminho do Espírito Santo.

Izildinha e Waldeir - julho/2010 




Neste breve contato, queria dizer que quando parti para a caminhada, não tinha idéia das incríveis alegrias que iriam estar diante de mim. Nem o quanto a presença de alguém seria tão importante para me sentir fortalecida.  A troca de informações, os momentos filosóficos e até aqueles de pura descontração e bobagens, imagens que ficarão para sempre como uma linda lembrança.
 
Não importa quanto tempo ou quilômetros  estejamos distantes, estaremos sempre torcendo uns pelos outros,  nos esperando de  Braços abertos e nos abençoando uns aos outros, pois quem vive a experiência em toda sua plenitude, com certeza  deixa marcas no caminho e no coração.
 
Forte abraço a todos e parabéns por se permitirem na troca de mensagens e sentimentos tão nobres que me fazem sentir ainda mais envaidecida por estar entre vocês.
 

Nilva Teresinha Ben - julho/2010 



Amigos, que saudade!!!

Eu como uma pessoa que se apega demais as pessoas, não poderia deixar de ser diferente, já estou com saudades!!!

Acabei de chegar em casa e já estou pensando em programar a próxima caminhada, viagem, sei lá.

Só tenho a agradecer os momentos maravilhosos, incríveis e inesquecíveis que passei ao lado de todos vocês, vocês foram os melhores, amigos, protetores, parceiros... já sinto emoção só de escrever este e-mail.

Não vejo a hora de reencontrá-los em qualquer de nossas caminhadas da vida, pois pessoas como vocês quero ter sempre perto de mim e do meu coração.

Que Caminhada Maravilhosa!!!

Um grande beijo para todos e nos vemos em nossos caminhos!!!
 

Beijos, Joyce Vinci - julho/2010 



Subpáginas (1): Margareth Sanches
Comments