Perguntas

  

1 - Se já foram definidos os locais dos pernoites para as coletivas, e caso positivo gostaria de saber onde serão.

 

Véspera - Bom Jesus do Itabapoana - (pernoite por conta do caminhante) tem hotéis e pousadas.

Opções de hotéis e pousadas, clique aqui.

 

1º Dia  - 22 km - Bom Jesus do Itabapoana > São José do Calçado - Pernoite: casa s/camas (pacote). Opção: Tem 1 hotel e 1 pousada.

2º Dia  - 26 km - São Jose do Calçado > Alcantilado - Pernoite: casa s/camas (pacote).

3º Dia  - 25 km - Alcantilado > São Romão - Pernoite: casa s/camas (pacote).

4º Dia  - 26 km - São Romão > Murupi - Pernoite: casa c/camas s/colchão (pacote).

5º Dia  - 29 km - Murupi  > Purilandia - Pernoite: escola s/camas (pacote).

6º Dia  - 30 km - Purilandia > Querendo - Pernoite: casa c/algumas camas (pacote).

7º Dia  - 29 km - Querendo > Natividade - Pernoite:Natividade Hotel (pacote). 

8º Dia  - 30 km - Natividade > Porciuncula - Pernoite: escola s/camas (pacote). Opção: tem hotel e pousada

9º Dia  - 22 km - Porciuncula > Tombos - Não tem pernoite. Opção: para quem não for viajar neste dia, tem 2 hoteis.


2- Também gostaria de saber acerca da necessidade de levar saco de dormir, protetor de solo ou colchonete, lençol, toalha e material de higiene pessoal;

A recomendação é que traga este material.*

 

3 - Se durante o percurso serão distribuidos lanches, água e frutas, pois o site só menciona o café da manhã e jantar;

Não. A idéia é ter um preço mínimo na taxa de inscrição e permitir que os participantes possam consumir por onde estejam passando. Apenas em 3 trechos não temos cidades ou comunidades com comércio entre um local e outro de pernoite. No primeiro dia - 22 km, no oitavo dia - 29 km e no último - 21 km. Na maioria dos trechos as propriedades estão distantes uma da outra em média de 3 a 4 km e fornecem água gelada com boa vontade, é só pedir.


4 - Se tem profissionais da área de saúde, caso algum participante tenha alguma problema de saúde (desmaio, ensolação, infarto, etc).
Não, ainda não temos carro para este tipo de apoio. Mas, é raro uma propriedade que não tenha um tipo de transporte ou celular rural. Se houver necessidade, nos responsabilizamos em conseguir este transporte. A ação nestes casos é a mesma usada pelos moradores.

 

5 - Este caminho só pode ser feito em coletiva?

No momento, nas condições em que se encontra a estrutura, para a atividade de caminhadas, só nos permite grupos guiados (coletivas). O projeto é de Turismo Solidário, contemplamos, preferencialmente a zona rural. Dos oitos pernoites, seis, tem como apoio, casas de pequenos proprietários ou colonos. Apenas dois ainda estão na área urbana, um em São José do Calçado-ES - uma casa cedida pela prefeitura; o outro em Natividade-RJ - no Natividade Hotel.

Iniciamos o trabalho das coletivas em julho de 2010. Só poderemos liberar o "caminho" quando tivermos as condições adequadas de segurança e a participação efetiva dessas comunidades em todos os pontos.

Esse trabalho para definir os apoios, bem como a sinalização definitiva, estão sendo realizados com a interação do peregrino junto àqueles que fazem a acolhida. A cada coletiva, estamos conseguindo definir melhor esta situação. Alguns receptivos já estão conseguindo, aos poucos, melhorar os seus serviços, sem deixar que isto, descaracterize a sua história e o seu modo de vida.

Não é como a criação de um projeto de turismo tradicional. Trata-se de um trabalho paciente e cuidadoso em não permitir alterações indesejadas nas partes - peregrino e hospedeiro. É mesmo uma questão de tempo, para que essas comunidades e aqueles que nos visitam, sintam-se bem.

 

Maiores informações: paulobasstos@gmail.com



Comments