Caminhos do Brasil e exterior

  
O apóstolo Tiago, o Jacobo, ou o maior, Santiago, Saint Jacques em francês, Saint James em inglês, em hebraico Yacob (Jacó), após a crucificação de Jesus, pregou o evangelho na Galícia, região que aprendeu logo a amar.

De regresso a Jerusalém, foi decapitado pelo Rei Herodes, e seus restos mortais, segundo a lenda, foi levado de volta à Espanha em um barco de pedra, transportado por anjos numa viagem que durou 7 dias e foi enterrado na Galícia. Em princípios do milênio atual, continua a lenda, um camponês chamado Pelayo, guiado por muitas estrelas, encontrou em um grande campo, a sepultura do apóstolo.

A notícia correu mundo, lançando uma legião de cristãos a peregrinar até Santiago de Compostela, cidade que se formou na região.

A palavra Compostela, provém de campo de estrelas, ainda segundo a lenda.

Desde então, multidões de peregrinos anônimos vêm percorrendo este caminho mágico, o único no mundo que não se formou por motivos comerciais. Vários daqueles que deixaram o nome na história, como Carlos Magno, El Cid, São Francisco de Assis, Fernão de Aragão e Isabel de Castela, também percorreram o caminho.

Os Passos de Anchieta é o nome do roteiro que reconstitui a trilha habitualmente percorrida pelo Padre Anchieta nos seus deslocamentos da Vila de Rerigtiba , atual cidade de Anchieta, á Vila de Nossa Senhora da Vitória onde cuidava do Colégio de São Tiago, em caminhadas quinzenais que ele empreendia nos últimos anos de sua vida quando preferiu recolher-se à vila indígena nas costas do Espírito Santo que tanto lhe evocava a sua San Cristoban de Laguna, em Tenerife, nas Ilhas Canárias, onde nasceu.

Caminho de Araribóia

CAMINHO DA FUGA DOS ÍNDIOS QUE VIVIAM AO REDOR DA BAÍA DE GUANABARA.
A fuga dramática dos índios que viviam ao redor da baía de Guanabara para Cabo Frio no Século XVI é como ingrediente de rememoração da nossa história de colonização social, cultural e antropológica. Duas fugas em dois momentos, o primeiro foi em torno dos anos de 1565, quando os índios da Confederação dos Tamoios, aliados dos franceses, deixaram a baía de Guanabara, após lutas sangrentas, tomando várias direções, principalmente em direção a Cabo Frio, onde já se encontravam os franceses...

Caminho dos Anjos

O Caminho dos Anjos foi criado pela "OSCIP Abrigo dos Anjos" em 2008 nos mesmos moldes do Caminho de Santiago, com paradas exclusivas para peregrinos, numa nova proposta, humanizar através da vivência do próprio caminhar.
A base da tão falada sustentabilidade é o ser humano, que pode e deve se aprimorar, ao descobrir a sua verdadeira natureza, que é a de fazer o bem.

Caminho da Fé

O Caminho da Fé (Brasil), inspirado no milenar Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), foi criado para dar estrutura às pessoas que sempre fizeram peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida, oferecendo-lhes os necessários pontos de apoio.

O Caminho do Sol, nasceu com o objetivo maior de oferecer aos amantes de caminhadas, um ambiente agradável, passando em sua quase totalidade , somente por àreas rurais, buscando a introspecção e o despojamento material.

Caminho das Missões

O Caminho das Missões é um roteiro de caminhadas pelas antigas estradas missioneiras que ligavam as Reduções Jesuítico-Guarani. O percurso parte do município de São Borja, local da 1ª Redução Jesuítica dos 7 Povos das Missões e terra dos Presidentes, passando por várias comunidades, fazendas, estâncias, sempre próximo ao rio Uruguai, divisa com a Argentina. O trajeto segue pelo município de Garruchos que possui uma natureza exuberante. Ao longo do trajeto estão três Patrimônios nacionais: Sítios arqueológicos de São Nicolau (no município de São Nicolau), São Lourenço (em São Luiz Gonzaga) e São João Batista (em Entre-Ijuis), e um Patrimônio da Humanidade, São Miguel Arcanjo no município de São Miguel das Missões, além de dezenas de outros atrativos culturais e naturais. A chegada se dá sempre em Santo Ângelo em frente a Catedral Angelopolitana.

Mach Picchu 

Machupicchu-Peru é uma das grandes viagens das nossas vidas. É um momento de transformação e enriquecimento cultural. É uma viagem que você nunca esquecerá.

Caminho do Encontro 

Mãe Morena - Em onze de agosto de dois mil e sete, iniciou-se a divulgação e a estruturação do Caminho do Encontro - Mãe Morena, que vai de Monteiro Lobato até Aparecida do Norte, passando também por Tremembé, Pindamonhangaba e Moreira Cesar e terá 96,8 kilometros.

"O caminho tem um simbolismo todo especial, pois independente de religião, de nacionalidade, de poder econômico, etc. todos buscam alguma forma de "Encontro" e é isso que o torna lindo, propiciar aos peregrinos uma oportunidade de encontrar com Deus, consigo mesmo, com a natureza, com sua fé, com pessoas, etc...e também é uma homenagem a Padroeira do Brasil!"

Eduardo Dellú

Caminho da Paz

O Caminho da Paz é uma caminhada de 165 km de extensão, iniciando na Cidade de Amargosa, no Estado da Bahia, com chegada no “Projeto Semente” - um Ponto de Luz nas montanhas do Vale do Jiquiriçá em Ubaíra. É o primeiro do gênero no Nordeste do Brasil, aos moldes de outros Caminhos do mundo inteiro.

Rota do Imigrante

No século XIX precisamente em 21 de Dezembro de 1846 chegaram em Porto Velho (hoje Bairro São Torquato em Vila Velha) os primeiros imigrantes Alemães. Desembarcaram do navio à vapor e foram para Vitória onde se instalaram na cidade alta (hoje praça João Clímaco) ao lado do Palácio Anchieta.

Ficaram ali 36 dias e seguiram com destino as montanhas sempre margeando rios. Passaram por Viana onde pernoitaram e seguiram no outro dia mais 18 Km, até chegar em Biriricas (habitat dos índios Botocudos) onde ficaram por 10 anos, 39 famílias com 163 pessoas (hoje podemos ver no km 34 da Br 262 uma imensa Cruz Branca no meio do bananal com ruínas do cemitério e alicerces de casas, lá é o grande marco histórico dos imigrantes onde aconteceu o Movimento do Colono Alemão). Após esta temporada eles resolveram seguir em frente aonde chegaram em Santa Isabel em 1847.

Caminho das Alagoas

Você está no territórico histórico cultural da Civilização do Açúcar. 
Vivencie de forma sustentável o Roteiro Integrado Civilização do Açúcar -Paraíba, Pernambuco, Alagoas. 
Conheça viveres e saberes da produção de época colonial e atual da cana-de-açúcar e seus derivados. 
Consequências benéficas e maléficas na formação da sociedade brasileira e do meio ambiente. 
Enquanto cuidamos do bem estar de sua viagem, a questão da preservação ambiental e cultural é nossa missão!



Subpáginas (1): Outros Links
Comments